Vereador acusado de homicídio se apresenta em delegacia e se diz arrependido, em Ji-Paraná,RO

O vereador que matou um homem a tiros no último sábado dia 10, no bairro São Francisco, em Ji-Paraná, identificado como Clodoaldo Vieira de Jesus ou “Clodoaldo Cardoso”, se apresentou na Delegacia de Homicídios no final da manhã, desta quinta-feira (15).




Clodoaldo não quis falar com a imprensa, mas o advogado informou que seu cliente está muito arrependido e só não se apresentou antes devido ao feriado, pois só hoje iniciou o expediente da Delegacia de Homicídios.

O advogado alegou legítima defesa, mas a tese foi contrariada pelo Delegado Cristiano Mattos, responsável pela investigação. Segundo o delegado, durante a briga, o vereador Clodoaldo Cardoso pegou uma arma que estava debaixo do banco de seu carro e realizou disparos contra a vítima, que saiu baleada e cambaleando, caindo atrás do veículo do vereador. Então, Clodoaldo foi até a vítima e efetuou mais um disparo à queima roupa, atingindo a cabeça da vítima.

O delegado também afirmou que poderia ter sido legítima defesa, mas só em relação aos primeiros disparos. Como cessou as injustas agressões e, mesmo assim, Clodoaldo andou até onde a vítima estava caída e efetuou mais um disparo, caracterizou o excesso e ele deverá responder pelo crime de Homicídio Qualificado, pelo motivo de impossibilitar qualquer tipo de defesa da vítima.




Após ser ouvido, o vereador Clodoaldo foi submetido ao exame de Lesões Corporais e, como já havia sido decretada à sua Prisão Preventiva, seguiu para o Presídio Central, onde deverá permanecer à disposição da justiça.

 FONTE: Comando 190