Silvio Santos recebe diploma de Doutor em Comunicação, de Universidade do RS

Grupo educacional com sede em Porto Alegre concede título de doutor honoris causa a Silvio Santos Lourival Ribeiro / SBT/Divulgação/SBT/Divulgação

Foto: Lourival Ribeiro / SBT/Divulgação / SBT/Divulgação

O apresentador Silvio Santos, 85 anos, agora é doutor honoris causa em comunicação. No programa que vai ao ar neste domingo, às 20h, no SBT, será exibida a entrega do título feita pelo CEO e reitor Faustino da Rosa Júnior e pelo vice-reitor Thiago Nicolau de Araújo do Grupo Educacional Inepe/Facinepe, que tem sede no Rio Grande do Sul.

— O título é dado a uma pessoa cuja obra intelectual e pessoal tenha se tornado objeto de estudo, que realmente seja um ícone em sua área. O Silvio é considerado um dos maiores expoentes da história da comunicação — justifica o reitor sobre a escolha do apresentador.

— Diploma de doutor em comunicação? Agora eu sou doutor! Quero avisar: funcionário do SBT que não me chamar de “doutor”, tá na rua! Tá despedido! — brincou o apresentador na gravação do seu programa.

Expedida pela Faculdade Centro Sul do Paraná (Facspar), a titulação funciona como um reconhecimento público da relevância do trabalho. Primeiramente, o nome é indicado pelo grupo educacional e, depois, precisa ser aprovado pelo conselho superior da própria instituição. Na prática, Silvio Santos ganhará um tratamento semelhante ao daqueles que concluíram um doutorado acadêmico convencional.

— Ele será professor emérito da nossa instituição, pode dar aulas. O Silvio sempre sonhou em ter esse reconhecimento acadêmico. Queremos convidar ele para dar uma aula magna — adianta Rosa Júnior.

Mas esse não é o primeiro título honoris causa que o Grupo Educacional Inepe/Facinepe concede a personalidades. Na lista de doutores, também estão o bispo Edir Macedo (em teologia), José Fortunati (em gestão pública) e o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Claudio Lamachia (em direito).

A instituição conta com mais de 100 unidades de ensino superior no país. No Rio Grande do Sul, mantém a Faculdade Gaúcha (FG), as Faculdades Integradas do Instituto Nacional de Ensino Pós-Graduação e Extensão (Facinepe) e as Faculdades Inepe do Rio Grande do Sul (Facinepe/RS), as duas últimas em processo de credenciamento pelo Ministério da Educação (MEC).

Do ZH

Um comentário em “Silvio Santos recebe diploma de Doutor em Comunicação, de Universidade do RS

  • 8 de setembro de 2016 em 11:04
    Permalink

    Faustino da Rosa Júnior enfatiza a importância do Direito Médico
    O especialista ressalta que apenas seis profissionais no Brasil são aptos a tratar do tema .

    Acesse: http://www.facinepe.edu.br
    http://www.faustinojunior.com.br

    Tratar das relações jurídicas que surgem da atividade médica é foco do Direito Médico. A área é nova no país e conta com poucos advogados especialistas. Mesmo sem ser reconhecida como um ramo autônomo do Direito, faltam profissionais especializados para dedicarem-se a todo o arcabouço jurídico que envolve as normas que regulamentam a prestação dos serviços de saúde e o exercício da profissão médica. Prof. Dr. Faustino da Rosa Júnior, especialista em Direito Médico, doutor em Direito e em Direito Constitucional, enfatiza que apenas cerca de seis profissionais no Brasil são aptos a tratar do tema.

    “Nós tratamos das relações jurídicas que se estabelecem entre os médicos, entre médicos e pacientes e entre médicos e associações, instituições e conselhos. O sujeito destinatário, ou seja, o cliente, é o profissional médico. Entretanto, levando em conta o código de ética médico, não são somente eles, mas todos os profissionais que de alguma maneira exercem atividade tida como ato médico”, explica.

    Entre os trabalhos desenvolvidos, está a defesa em responsabilidade civil dos hospitais, clínicas, médicos e assistentes e defesas perante os Conselhos Regionais e o Conselho Federal. De acordo com Faustino da Rosa Júnior, não existe hoje no mercado profissionais jurídicos que dominem a matéria e que possam defender os médicos em questões como erro médico ou em ações relativas a sociedades médicas. “Infelizmente, nós só temos hoje advogados que conhecem o outro lado da relação, que é a do paciente”, enfatiza o especialista.

    Prof. Dr. Faustino da Rosa Júnior
    Especialista em Direito Médico, Prof. Dr. Faustino da Rosa Júnior é doutor em Direito e em Direito Constitucional, além de membro da Comissão de Direitos Humanos da OAB/RS. Professor universitário há mais de 10 anos, agrega experiências de atuação nos maiores grupos educacionais do Brasil. Atualmente é Chief Executive Office do Grupo Educacional Facinepe, referência em formação médica continuada.

    Reitor INEPE, FACINEPE, FACSPAR

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *