Servidor suspeito de furtar armas é demitido pelo TJ-RO em Ariquemes,RO

Servidor trabalhava na 3ª Vara Criminal de Ariquemes (Foto: Ana Cláudia Ferreira/G1)

Servidor trabalhava na 3ª Vara Criminal de Ariquemes (Foto: Ana Cláudia Ferreira/G1)

Um servidor suspeito de furtar 13 armas do depósito da 3ª Vara Criminal de Ariquemes(RO), na região do Vale do Jamari, foi demitido pelo Tribunal de Justiça de Rondônia (TJ-RO). A decisão foi publicada no Diário da Justiça e segundo o documento, o servidor foi demitido por ter cometido crime contra a administração pública.

O Técnico Judiciário era funcionário do quadro permanente do Poder Judiciário do Estado de Rondônia, lotado no cartório da 3ª Vara Criminal de Ariquemes.

De acordo com a Polícia Civil, uma investigação sigilosa começou quando uma pistola foi apreendida nas ruas. No registro da polícia, essa mesma arma já tinha sido apreendida e deveria estar no depósito do Fórum de Ariquemes. Em 2014, foi aberto um inquérito policial pela Delagacia Regional de Ariquemes para apurar o caso.

Segundo a polícia, durante a apuração do caso, várias pessoas foram interrogadas, entre elas os servidores da 3ª Vara Criminal, responsáveis pelas armas apreendidas. O servidor demitido passou a ser investigado após registros de permanência no TJ fora do seu expediente de trabalho e ainda por ter histórico de sumiço de documentos do cartório e falsificação da assinatura de um policial militar.

A demissão foi baseada na conclusão do inquérito policial e na lei complementar do Regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis do Estado de Rondônia, das Autarquias e das Fundações Públicas Estaduais. O Técnico Judiciário vai responder pelo crime de peculato. As armas furtadas ainda não foram recuperadas.

Ana Claudia Ferreira

Do G1 Ariquemes e Vale do Jamari

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *