Rapaz leva tiros, e morre dentro de terreno baldio, em Alto Paraíso,RO

Por volta das 22 horas de terça-feira(17), a vítima Lucas Mota Marques, de 20 anos, estava na Quadra Municipal de Esportes, localizada na Rua Rio Madeira, no Jardim Alvorada II, acompanhado de seu irmão H.D.M.M. de 18 anos e do amigo R.C. de 28 anos.

Em seguida viram dois elementos se aproximando em uma motocicleta aparentando ser uma Honda CG-150 modelo novo de cor vermelha, sendo que o carona desceu do veículo com um revólver possivelmente calibre 38 mm de cor prata em punho e primeiramente apontou para o irmão da vítima, onde apontou para a vítima e efetuou dois disparos, na sequência efetuou um terceiro disparo contra o irmão da vítima que escapou ileso.

Neste momento os irmãos e o amigo saíram correndo, até que na Rua Amazonas o amigo dos irmãos foi interceptado por uma viatura da Polícia Militar a quem o jovem muito nervoso contou que a vítima mesmo baleada correu para dentro de um matagal situado em um terreno baldio nas proximidades da Quadra Municipal. A guarnição realizou buscas em meio ao matagal no terreno baldio indicado pela testemunha, mas em primeiro momento não localizou o jovem.

Populares que ajudaram os Policiais nas buscas localizaram o corpo da vítima já sem vida em meio ao mato alto no terreno baldio. O local foi isolado e o Perito Criminal Gutemberg, da Polícia Técnico-Científica (POLITEC) de Ariquemes, realizou os trabalhos de praxe, constatando que a vítima apresentava uma perfuração na altura do Tórax e uma perfuração nas costas.

No momento em que era realizada a Perícia Criminal os Policiais foram informados dos nomes e os endereços dos suspeitos, sendo que um dos suspeitos que pegou a moto emprestada teve um desentendimento com a vitima no último domingo (15/04), que culminou em troca de agressões e que a desavença pode ter sido o motivo da execução.

A guarnição realizou diligencias nas residências dos suspeitos, mas nenhum deles foi encontrado em casa. Após os trabalhos periciais o corpo foi liberado a funerária de plantão em Alto Paraíso e a ocorrência nº 70113/18, foi registrada na Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Vida em Ariquemes, que já está investigando o caso.

Fonte: Ariquemes 190