Prefeitura destrói esculturas de areia, e pede desculpas, no Rio

Autor de tradicionais esculturas de areia em Copacabana, o artista Isaac Couto teve uma das obras destruída esta semana em Copacabana, sob o argumento de que sua licença estava vencida. A Prefeitura do Rio pediu desculpas, emitiu nova licença para o escultor e afirmou que Isaac e outros 8 escultores vão passar por um curso de reciclagem.

“Quebraram alegando que minha licença estava vencida. Trabalho há mais de 20 anos e não sabia que precisava de licença, não sabia que precisava de um recadastramento”, diz ele.




O desentendimento aconteceu na segunda-feira. Um vídeo do jornal O Globo mostra que o artista tentou argumentar, mas agentes da Secretaria de Ordem Pública destroem a obra com uma pá.

Segundo o secretário de Ordem Pública (Seop), Leandro Matieli, Isaac teve seu primeiro cadastramento feito em 2007, mas deixou a cidade em 2009.

“Ele retornou a cidade recentemente e voltou a ter sua atividade desde segunda-feira. Nesse meio tempo houve um ruído porque ele não estava com o cadastro atualizado. Houve uma ação da fiscalização de uma forma equivocada. Buscamos reparar esse erro, ele já recebeu sua licença e a partir da semana que vem, com o curso do meio ambiente, todos [os escultores] estarão regulamentados para exercer sua atividade”.

“Aconteceu, agora quero dar a volta por cima, fazer um novo trabalho. Para mim agora é o que importa: estou tendo a oportunidade de recomeçar de novo”, diz Isaac.

Do G1 Rio




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *