Onça parda é devorada por uma cobra sucuri no interior de São Paulo

No interior de São Paulo, uma onça parda foi devorada por uma sucuri. A descoberta pode mudar o entendimento dos pesquisadores sobre como funciona a cadeia alimentar no mundo animal.

Na zona rural de Promissão, interior de São Paulo, onças pardas tem sido monitoradas por colares de transmissão via satélite. A pesquisa é uma parceria da ONG Pró-Carnívoros com a concessionária da hidrelétrica do Rio Tietê.

A bióloga Sandra Cavalcanti contou como funciona o monitoramento: “O que nós recebemos são pontinhos num mapa, e cada um desses pontinhos está associado a um horário e uma data. Então a gente sabe exatamente aonde a onça está andando naquele dia, naquela hora, a gente sabe onde ela foi”.

No fim do ano passado, os cientistas identificaram que um dos animais não estava mais caminhando pela área. Ao chegar ao local de onde o sinal era emitido, os pesquisadores se depararam com uma cobra sucuri de 92 Kg e mais de quatro metros de comprimento. A cobra, que já estava debilidada quando foi encontrada, foi encaminada para o zoológico de Bauru, onde foi feita uma necropsia.

Segundo os pesquisadores, a sucuri morreu devido a uma infecção provocada pela briga com a onça. A descoberta já esta movimentando o mundo científico: pesquisadores internacionais procuraram o zoológico de Bauru para obter mais dados do estudo. Os biólogos ficaram surpresos ao ver que a sucuri conseguiu engolir uma onça parda adulta de 42 Kg.

Os pesquisadores brasileiros enviaram o estudo para uma das principais revistas científicas do mundo e a divulgação do material, que é inédito, deve abrir agora outras pesquisas sobre os hábitos de animais que estão no topo da cadeia alimentar.

Do Hora 1/TV Globo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *