Oficial de Justiça é recebido a tiros, após errar endereço de mandado, no DF

Um oficial de Justiça foi recebido a tiros após errar o endereço da casa onde deveria entregar um mandado de citação no Distrito Federal. O incidente aconteceu no Condomínio RK, na região administrativa de Sobradinho. De acordo com a Polícia Civil, o dono da casa é empresário e portava uma pistola 380, comprada no mercado negro. Ele disse que suspeitava de assalto.

O incidente aconteceu na manhã desta quarta-feira (7). O oficial de Justiça teria tocado o interfone, se identificado e perguntado se o destinatário do mandado – referente a uma ação de dívida – estava no local. A mulher que o atendeu disse que não havia ninguém com aquele nome, e o profissional pediu então que ela fosse ao portão com um documento de identificação. Ela se recusou, e o oficial voltou a tocar o interfone algumas vezes. Depois, bateu no portão e foi surpreendido com o tiro.

A perícia apontou que o tiro pegou no chão, perto da porta da casa. Ninguém se feriu. O empresário disse em depoimento que comprou a arma com a intenção de se defender, depois de ter sido assaltado há dez meses. Durante o roubo, o homem foi baleado cinco vezes. Ele ficou paraplégico e desde então está em uma cadeira de rodas.

O empresário tem 32 anos e disse ter suspeitado que o oficial de Justiça fosse criminoso. A arma, que ficava escondida atrás da caixa d’água, e a munição que ele portava foram apreendidas. O homem foi preso em flagrante e autuado por tentativa de homicídio e por porte ilegal de arma.

Do G1 DF

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *