Novos exames confirmam morte de modelo e família autoriza doação de órgãos, em RO

Exposta logo após tentar tirar a própria vida, a jovem Vânia Maísa Castro Morais, 17 anos, teve a morte encefálica confirmada agora a pouco. Ela estava internada na UTI do Hospital Regional de Vilhena, após a tentativa de suicídio no Setor Embratel, em Vilhena, RO.

De acordo com um servidor do HR, para onde a adolescente foi levada após o resgate, os primeiros exames indicaram que ela não tem mais atividade cerebral. Existe um protocolo, no entanto, para atestar ou descartar a morte em definitivo.

Quer conhecer inúmeras novidades e ajudar o nosso site? Clique no nosso banner de publicidade abaixo




A família já foi comunicada sobre a situação para decidir se os órgãos da modelo poderão ser doados. Caso a autorização seja concedida, uma equipe de Porto Velho vem a Vilhena fazer a captação após a confirmação do falecimento.

Quer conhecer inúmeras novidades e ajudar o nosso site? Clique no nosso banner de publicidade abaixo




A Secretaria Municipal de Saúde emitiu nota (leia abaixo) explicando os ritos a serem seguidos em tais circunstâncias. A família já foi comunicada, mas ainda não existem informações se será feita a doação dos órgãos de Vânia, que estão preservados e aptos para transplante.

Doação de Órgãos

Familiares da modelo Vânia Maísa Castro, de 17 anos, que morreu um dia após tentar o suicídio por enforcamento, autorizou a doação dos órgão.

O corpo da jovem ainda permanece na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional, aguardando a chegada de uma equipe especializada de Porto Velho, que realizará a coleta.

Ainda não se sabe os motivos que levaram a musa simpatia do Barcelona tentar contra a própria vida.

Do Extra de Rondônia