Neste sábado, Alemanha enfrenta a Suécia preocupada com a classificação para a próxima fase

Sábado promete ser de angústia para mais um gigante na Copa do Mundo da Rússia. O 10º dia de competição põe pressão na atual campeã Alemanha, que perdeu na estreia para o México. O risco de eliminação precoce existe ao enfrentar a Suécia. Já o México, que pega a Coreia do Sul, e a Bélgica, que joga com a Tunísia, podem encaminhar vaga nas oitavas. Mas existe notícia além do Mundial? Sim: a morte do cantor Leandro completa 20 anos hoje.

9h – Bélgica x Tunísia

Lukaku, da Bélgica (Foto: Adrian Dennis / AFP Photo)

Lukaku, da Bélgica (Foto: Adrian Dennis / AFP Photo)




A vitória sobre o Panamá, por 3 a 0, na estreia, deixou boa impressão da Bélgica. Por isso, o time é favorito hoje, no Estádio Spartak, em Moscou, contra a Tunísia. Uma vitória pode definir a classificação belga para as oitavas. Para o time africano, o jogo é de vida ou morte. A Bélgica deve ser a mesma da estreia, com destaques para Hazard, De Bruyne e Lukaku.

12h – Coreia do Sul x México

Juan Carlos Osorio, técnico do México (Foto: Pascal Guyot / AFP Photo)

Juan Carlos Osorio, técnico do México (Foto: Pascal Guyot / AFP Photo)




Após vencer a Alemanha na primeira rodada, o México tenta a segunda vitória no grupo F neste sábado e possível vaga antecipada na próxima fase do Mundial. A adversária é a Coreia do Sul, em Rostov. A estrela mexicana está no banco: o técnico Juan Carlos Osorio, que já dirigiu o São Paulo. O jogo promete muita correria.

 

15h – Alemanha x Suécia

Jöachim Löw, técnico da Alemanha (Foto: Adrian Dennis / AFP Photo)

Jöachim Löw, técnico da Alemanha (Foto: Adrian Dennis / AFP Photo)




A Alemanha chega para a partida de hoje em uma situação impensável. Campeã em 2014, no Brasil, após tirar do caminho a Seleção Brasileira com um inesquecível e sonoro 7 a 1 e bater a Argentina na final, a equipe enfrenta a Suécia. O risco de eliminação precoce, porém, existe, pois os alemães perderam na estreia. Uma derrota no clássico europeu pode acabar com a copa da Alemanha. O técnico Jöachim Löw planeja mudar a cara do time, com quatro alterações.