Mesmo com a esposa doente, Carlinhos Aguiar é demitido do SBT depois de décadas

Carlinhos Aguiar foi chamado pela direção do SBT nesta segunda-feira (13) pensando que o assunto seria a gravação do “Programa Silvio Santos” do dia seguinte. Mas ele foi demitido após mais de três décadas na emissora. Há nove anos, fazia par

te do elenco fixo do “Jogo dos Pontinhos”, quadro de maior audiência da atração dominical.

“Não sei por quê. Falaram que era contenção de despesas, não acredito que seja. Pode ser alguém que não gosta de mim e me mandou embora. Porque não tinha motivo. É um programa que eu faço direto. Se foi sacanagem de alguém, não levaram em consideração o tempo todo de casa”, lamenta o humorista ao UOL.




O ator de 61 anos foi um dos primeiros a gravar pegadinhas no SBT, quando a emissora ainda se chamava TVS, em 1980. Ele também atuou no “Bozo”, foi jurado do “Show de Calouros” e do “Show de Prêmios”. Deixou a emissora em 2001, com o fim do “Topa Tudo por Dinheiro”, e retornou em 2008.

Sem perspectiva para encontrar trabalho e com a mulher doente, Carlinhos Aguiar não sabe como vai se virar após ser demitido do SBT: “Como é que fica para mim? Fica fácil para eu arrumar emprego, né?”.

A substituta de Carlinhos no “Jogo dos Pontinhos” deverá ser Mara Maravilha, que agrada a Silvio e a filha, Patricia. Ela, inclusive, falou no programa do último domingo que Carlinhos não gosta de ver Mara no lugar dele em algumas edições. Para o humorista, a apresentadora do “Fofocalizando” “fez a cabeça” de Silvio para cavar um espaço fixo no quadro.

“A Mara não é boba, ela começou a ir ao Jassa e fez a cabeça do Silvio. Deve ter falado que eu estava velho, mas eu dou muito mais caldo do que muito cara novo. E quem vai substituir Patricia Abravanel quando ela sair de licença-maternidade?”, questiona.




Além de Carlinhos, outra estrela que deixou o SBT foi Jean Paulo Campos, o Cirilo de “Carrossel”, que está em “Carinha de Anjo”. Internamente, fala-se em 40 profissionais dispensados nesta segunda. Segundo o jornalista Mauricio Stycer, do UOL, a emissora deverá demitir cerca de 100 pessoas até o final do ano.

Procurado, o SBT diz que não comenta assuntos internos. O UOLtambém entrou em contato com a assessor de Mara Maravilha, Samuel Paixão, que negou a acusação do humorista recém-demitido: “A declaração do Carlinhos não tem nada a ver. Ela jamais faria isso. Nem lembro a última vez que ela foi ao Jassa”.

Paulo Pacheco

Do UOL, em São Paulo

13/11/2017 18h04