Menino de 3 anos morre em SP ao pegar a arma em gaveta para brincar

Um menino de três anos morreu ao ser atingido por um disparo de arma de fogo na cabeça, em São Vicente, no litoral de São Paulo, nesta terça-feira (26). Segundo a Polícia Militar, ele manuseava a arma do marido da avó quando ocorreu o tiro. O disparo atingiu a cabeça da criança, que chegou a ser socorrida com vida, mas não resistiu aos ferimentos.




O acidente ocorreu dentro da casa da avó, onde ele foi deixado de manhã pelo pai, que saiu para ir trabalhar, no bairro Itararé, próximo à orla, às 9h. Conforme a PM, a criança encontrou a arma na gaveta do criado-mudo de um dos quartos, pegou o objeto, sem que ninguém reparasse, e começou a brincar.

A Polícita Militar e a Prefeitura de São Vicente informaram, inicialmente, que a arma pertencia ao pai da vítima, mas a informação foi retificada por volta das 11h30. O policiamento esclareceu que o marido da avó do menino é policial reformado e trabalhava na capital paulista. O casal estava no imóvel no momento da ocorrência.




Ao notarem o que ocorreu, a avó e o PM levaram a criança às pressas para o Hospital Municipal de São Vicente, onde foi encaminhado ao centro cirúrgico. Uma viatura da Polícia Militar escoltou o veículo deles até a unidade. Três médicos acompanharam o paciente no local e as viaturas permaneceram na porta do hospital durante todo o atendimento.

A Secretaria de Saúde de São Vicente confirmou que o projétil atingiu a cabeça do menino. Por volta das 10h30, ele não resistiu aos ferimentos e morreu, apesar de realizadas manobras de ressuscitação. O pai do garoto chegou ao hospital abalado e não quis falar com a imprensa ao sair do local.

A avó e o policial, após deixarem o menino no hospital, foram encaminhados para um hospital em Santos (SP), onde mantém convênio médico. Segundo informações da própria polícia, ambos passaram mal com o ocorrido e precisaram ser internados. Eles estão em estado de choque e, por volta das 11h50, ainda não haviam sido liberados.




O caso será registado na Delegacia Sede de São Vicente, por onde será investigado. A arma encontrada pela criança foi apreendida para realização de perícia e entregue à Polícia Civil. O corpo do menino vai ser encaminhado ao Instituto Médico Legal de Santos.

Do Portal G1