Menina de menor vai procurar ajuda no Conselho Tutelar, e acaba violentada pelo conselheiro, no PR

Muitas crianças acabam sendo violentadas por aqueles que deveriam proteger elas e um caso que aconteceu recentemente em Londrina, no Paraná, está revoltando milhares de pessoas. Quando uma criança ou adolescente sofre algum tipo de ataque, é dever do governo prestar atendimento à criança que necessita de cuidados.

Para isso, existem os conselheiros tutelares em todas as cidades, são eles os responsáveis por averiguar denúncias e acompanhar todos os casos que envolvem crianças e adolescentes. Todo conselheiro tutelar é remunerado para isso e acabam prestando um serviço essencial para crianças e adolescentes que precisaram do serviço em algum momento.




São os conselheiros que determinam o melhor para as crianças na falta dos pais caso alguma coisa aconteça.

Ninguém imaginaria que um conselheiro tutelar fosse visto como problema para crianças e adolescentes, sendo considerado uma ameaça. Foi o que aconteceu em Londrina, com um conselheiro tutelar que foi preso após ter abusado de uma adolescente de 16 anos.

Menina foi procurar ajuda do conselheiro tutelar e não esperava que ele fosse violentar ela

Para ser conselheiro tutelar existe uma votação na cidade e todos são remunerados para realizarem os seus serviços. O acompanhamento oferecido pelo conselho tutelar pode salvar vidas, mas também pode oferecer riscos, como aconteceu com a menina violentada por um conselheiro tutelar em Londrina – PR. A adolescente procurou o homem para pedir ajuda para denunciar um caso e não esperava que o conselheiro fosse abordá-la daquela forma.

Assédio contra adolescente foi todo registrado em vídeo pela menina que filmou tudo

A menina gravou todo o assédio que aconteceu para servir como prova para incriminar o conselheiro tutelar, que também era presidente do Conselho na região central. O conselheiro foi preso preventivamente após uma ordem judicial ser acatada pelas autoridades locais. O caso deixou milhares de pessoas revoltadas com o homem, que deveria estar ajudando crianças ao invés de oferecer perigo à elas.

Conselheiro tutelar teria oferecido dinheiro para a adolescente manter relações sexuais com ele

Segundo informações divulgadas na internet, ele teria oferecido dinheiro para a adolescente em troca dela manter relações sexuais com ele. O suspeito estava em seu segundo mandato como conselheiro tutelar e a vítima conheceu ele após comparecer ao Conselho na cidade, local em que o homem trabalhava, que também é suspeito em outro caso envolvendo assédio sexual contra menores de idade.