Jovem sofre AVC após ser picada por cobra da espécie Jararaca, no MT

Uma jovem de 25 anos, que foi internada após ser picada por uma cobra no quintal da casa dela, em uma fazenda em Primavera do Leste, a 239 km de Cuiabá, teve alta hospitalar e já está em casa. O incidente ocorreu no dia 15 de dezembro e a jovem recebeu alta no dia do Natal.




Ao G1, Catiani Maria Neves Anjos disse que sentiu dor 10 minutos após ser picada pelo animal, da espécie jararaca. Catiani disse que já havia visto cobras no local, mas que nunca soube de pessoas que havia sido feridas na região.

“Eu não vi a cobra. Só senti a picada e, na mesma hora, gritei pelo meu marido, para me ajudar”, afirmou.

A jovem e o marido procuraram socorro, inicialmente, em um hospital particular, mas, como no local não havia soro antiofídico, eles foram encaminhados para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde o medicamento também não estava disponível.

Por causa disso, ela foi encaminhada para Rondonópolis. Durante o trajeto, na ambulância, Catiani começou a ter reações. “Saía sangue pelos poros e unhas dela”, disse o marido.

Ao chegar no Hospital Regional de Rondonópolis, ela tomou medicação e sofreu um AVC, em seguida. Ela recebeu transfusão de sangue, foi submetida a uma cirurgia para a contenção de uma hemorragia na cabeça, e foi transferida para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI).




Agora, Catiani se recupera em casa, mas ainda tem dificuldade para falar. De acordo com o marido dela, os médicos disseram que a jovem não deverá ficar com sequelas.

Por Lidiane Moraes, G1 MT