Inglaterra vence a Tunísia com gol no final e Ingleses comemoram no Brasil

Mesmo na tarde chuvosa desta segunda-feira (18), mais de 100 pessoas lotaram um pub na Zona Sul do Rio para o jogo de estreia da Inglaterra na Copa do Mundo da Rússia, contra a Tunísia. Vários dos clientes eram ingleses, que respiraram aliviados após o apito final.

No Brasil pela segunda vez, Cal Winwood, de 25 anos, voltou para assistir a Copa da Rússia no Lord Jim Pub, bar inglês de Ipanema conhecido por reunir estrangeiros no Rio.

O estudante disse tentar não ser muito otimista com relação aos jogos da seleção inglesa para não se decepcionar e fez uma breve análise do primeiro tempo.

“Eu sabia que esse jogo seria difícil, criamos muita expectativa além da conta, ficamos muito apreensivos antes e durante um jogo da Inglaterra. No início acho que jogamos muito bem, [Jesse] Lingard se destacou muito, ao invés do [Raheem] Sterling que perdeu uma chance e tanto na partida”, opinou.

Quando perguntado pelo G1 se preferia estar no Reino Unido para torcer pelo país, respondeu sem dúvidas que torcer por futebol no Brasil é uma experiência muito envolvente.

“É segunda vez que venho ver uma Copa aqui. A outra foi em 2014. O Brasil provoca uma coisa na gente que é muito envolvente, divertido e espirituoso. Estou muito feliz de estar aqui torcendo pela Inglaterra”.

Na avaliação do dono do pub, Paulo Amigo, os ingleses torcendo são mais entusiasmados do que os brasileiros nesta copa.

“Abrimos só as 18h, mas hoje, com Inglaterra jogando e sendo um pub inglês, não tinha como fechar as portas. Os ingleses que vêm ao Rio já conhecem aqui, se juntam, é um clima muito bom. Eu acho eles mais animados para torcer que os brasileiros, cantam mais e sofrem mais também”, brincou.

Antes do gol de desempate de Harry Kane que deu a vitória aos europeus no fim da partida, os ingleses que viram o jogo no RIo estavam apreensivos e alguns até já pensavam nos jogos seguintes.

Alívio, cadeiras voando e banho de cerveja no fim




No fim, porém, cenas de alívio: após o gol de desempate de Harry Kane que deu a vitória aos europeus, clientes do bar jogaram cadeiras para o alto, algumas pessoas caíram no chão e o banho de cerveja foi generalizado.

Com a vitória, o casal inglês Laura e Jack Verrall- Kelly e a amiga inglesa Sophie, que mora no Rio, ficaram surpresos com o resultado e esperam que a Inglaterra não dispute com o Brasil nos próximos jogos.

“A seleção inglesa é uma caixinha de surpresas. Nunca esperamos ganhar, por isso a euforia toda. Gostei muito da nossa defesa neste jogo, estávamos seguros e em controle, fiquei mais confiante, acho que podemos chegar às quartas de final”, analisou Jack.

Sophie, que namora um brasileiro, confessou que vai ser difícil escolher para quem torcer.

“Se eles enfrentarem, não vai ter jeito, vou torcer pela Inglaterra. Como inglesa, espero não ter que jogar contra o Brasil”, disse em meio a risos.