Hollande visita Parque Olímpico e diz confiar na segurança: “Indispensável”

No Brasil para a abertura da Rio 2016, o presidente da França, François Hollande, fez uma visita ao Parque Olímpico da Barra da Tijuca na manhã desta quinta, acompanhado do presidente do Comitê Organizador e do Comitê Olímpico do Brasil, Carlos Arthur Nuzman. A delegação francesa é um dos principais focos de atenção da segurança dos Jogos por conta da série de ataques terroristas que ocorreram recentemente no país.

François Hollande e Carlos Arthur Nuzman visitaram o Estádio Aquático  (Foto: GloboEsporte.com)François Hollande e Carlos Arthur Nuzman durante visita ao Estádio Aquático Olímpico (Foto: GloboEsporte.com)
A segurança é uma condição indispensável. Sabemos que os terroristas podem atacar, atacar tudo. Por isso, precisamos de todo o nível de segurança e sei que o Brasil está sendo capaz disso, com uma grande vigilância. É uma exigência necessária”
François Hollande,
presidente da França

– A segurança é uma condição indispensável. Sabemos que os terroristas podem atacar, atacar tudo. Por isso, precisamos de todo o nível de segurança e sei que o Brasil está sendo capaz disso, com uma grande vigilância. É uma exigência necessária. Quero saudar os Jogos do Rio, porque acredito que serão bem-sucedidos. É a primeira vez que a América Latina acolhe os Jogos Olímpicos. Isso é muito importante porque o Movimento Olímpico é uma ação mundial. Acredito que o Rio estará à altura, será um grande evento – afirmou Hollande.

O presidente da França fez uma rápida passagem pelo Estádio Aquático Olímpico, onde serão disputadas as provas da natação e a fase final do polo aquático. No local, encontrou com alguns atletas da equipe francesa, incluindo o atual campeão olímpico dos 50m livre, Florent Manaudou, e desejou boa sorte na competição. Hollande ainda aproveitou para encorpar a campanha de Paris para sede dos Jogos de 2024.

François Hollande cumprimenta Florent Manaudou e outros nadadores da equipe francesa (Foto: GloboEsporte.com)
François Hollande cumprimenta Florent Manaudou e outros nadadores da equipe francesa (Foto: GloboEsporte.com)

– Encantado. É uma bela experiência para o que vem a seguir, uma vez que Paris é candidata e nós queremos fazer o melhor para preparar nosso dossiê. Paris é uma cidade que está sem os Jogos Olímpicos há muito tempo – disse o presidente.

Carlos Arthur Nuzman afirmou que a presença de Hollande no Parque Olímpico foi uma importante demonstração de confiança na realização dos Jogos. O presidente do Rio 2016 ainda minimizou ascríticas feitas pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) na quarta-feira.

– Todos os Jogos na história têm, nos dias que antecedem, questões que têm que ser ajustadas. Aqui também, nós ajustamos muitas e outras também serão. Mas o que eu senti de ontem foi um tratamento de compreensão. Porque muitas questões eram esclarecimentos de fatos anteriores que já tinham sido falados – disse Nuzman.

Após a visita ao Parque Olímpico, Hollande foi conhecer a Vila do Atletas. Na Zona Internacional, o presidente conversou com nomes importantes do esporte francês, como o mito do judô Teddy Riner e o jogador de basquete Boris Diaw, do Utah Jazz, da NBA. Logo a seguir, encaminhou -se para a área residencial do complexo e visitou o prédio que recebe a delegação francesa na Rio 2016.

Do Portal G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *