Garoto ajuda pai a entregar currículo no semáforo e ação repercute na web

Comovida, a motorista postou o currículo em uma rede social  (Foto: Reprodução/Facebook)

Comovida, a motorista postou o currículo em uma rede social (Foto: Reprodução/Facebook)

Uma motorista foi surpreendida quando procurava moedas para dar a um garoto no semáforo e notou que ele não estava querendo dinheiro, apenas uma ajuda ao pai: um emprego para ele. A abordagem no trânsito de Sorocaba (SP) comoveu a estudante Laleska Bruschi, que publicou a história com os dados na internet e o relato repercutiu.

Após receber o currículo das mãos do garoto, ela publicou em uma rede social e, em menos de uma semana, o post obteve quase 6 mil curtidas. “Ele me disse a seguinte frase: ‘Me ajuda. Meu pai precisa de um emprego”, escreveu sobre o garoto cheio de boas intenções.

O G1 entrou em contato com os pais do jovem de 14 anos e conheceu a história que motivou a ideia inusitada. A mãe, Regiane das Neves Lara, relembra a tristeza de ver o marido visitar agências e ficar horas em frente computador atrás de emprego, porém, sem sucesso. Por isso, a família imprimiu cerca de 400 cópias do currículo e distribuiu em um semáforo próximo ao terminal de ônibus, no Centro.

“Toda semana ele [marido] ia nas agências e empresas, mas nada de entrarem em contato. Então, foi um meio de pedir socorro e nós não estávamos querendo pedir dinheiro a ninguém. Só procurávamos pessoas que conhecessem alguém que pudesse ajudar”, explica a diarista.

Após inúmeras tentativas de preencher a carteira de trabalho, o marido, Misael Bueno de Veloso, 39 anos, aceitou a sugestão da companheira. O motorista está desempregado desde dezembro, quando a empresa onde trabalhava dispensou grande parte dos trabalhadores. “Fomos entregar todos juntos e não sobrou nada. Entregamos para todos que paravam. Está difícil de conseguir trabalho, Mas a gente se vira e corre atrás nessa crise ”, afirma o autônomo.

A entrega de currículo na rua não rendeu apenas compartilhamentos entre usuários de uma rede social. Segundo Veloso, duas entrevistas foram feitas desde a semana passada e um teste para motorista dentro de uma indústria. Mas, por enquanto, nada fechado. “Recebi várias ligações e estou indo em todas as propostas. É muito legal ver uma pessoa que nem me conhece e ter ajudado tanto.”

Regiane compartilhou foto do currículo nas redes sociais (Foto: Arquivo pessoal)
Laleska compartilhou foto do currículo nas redes sociais (Foto: Arquivo pessoal)

‘Um anjo’
Quanto a repercussão, Regiane diz estar agradecida pela mobilização na internet que, inclusive, pode estar influenciando nas novas oportunidades. “A moça que postou a foto é um anjo em nossas vidas. Através dela, as portas de trabalho estão se abrindo”, comemora a diarista.

Até esta quarta-feira (3), cerca de seis mil pessoas se manifestaram na causa. Dentre os comentários, aparecem indicações e apoiadores da ação. Para a Laleska, responsável pela divulgação do caso na web, a dimensão positiva do gesto é vista com satisfação em poder ter ajudado.

“Quando parei no semáforo aquele dia, me senti extremamente tocada com a ação daquele menino quando ele me pediu ajuda para arrumar um emprego para o pai. Adorei ver como as pessoas abraçaram a causa, que é muito simples e ao mesmo tempo tão importante no momento que vivemos”, avalia a jovem de 19 anos.

Desemprego
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou em junho a taxa de desemprego no país. No trimestre encerrado em junho, a taxa subiu para 11,3% e o número é o maior já registrado pela série histórica da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad) , que teve início em janeiro de 2012.

No trimestre encerrado em março, o índice de desemprego foi de 10,9% e no período de abril a junho de 2015, de 8,3%. No trimestre de março a maio, a taxa bateu 11,2%. A população desocupada cresceu 4,5% em relação ao primeiro trimestre e chegou a 11,6 milhões de pessoas. Em comparação com o 2º trimestre de 2015, o aumento foi de 38,7%. Por outro lado, a população ocupada somou 90,8 milhões de pessoas e mostrou estabilidade em relação ao 1º trimestre e queda de 1,5% sobre o período de abril a junho de 2015.

Cariacica tem 96 oportunidades com carteira assinada, espírito santo, carteira de trabalho (Foto: Divulgação/Governo do ES)
Desemprego subiu para 11.3% no 2º semestre (Foto: Divulgação/Governo do ES
Do Portal G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *