Embarcação naufraga e deixa desaparecidos, em Angra dos Reis, RJ

Uma embarcação naufragou no fim da noite de quarta-feira (8) no mar de Angra dos Reis, na Costa Verde do Rio de Janeiro. A informação foi confirmada pelo Primeiro Distrito Naval da Marinha do Brasil.

A embarcação pesqueira Nossa Senhora do Carmo I saiu de Itajaí (SC) com 23 pessoas a bordo e afundou a cerca de 70 km da Ilha Grande. Cinco seguem desaparecidas.

Quer conhecer inúmeras novidades e promoções? Clique no nosso banner de publicidade abaixo




Através de nota da assessoria de comunicação, a Marinha do Brasil informou que as vítimas “foram resgatadas pela embarcação pesqueira “Costa Amêndola”, que se encontrava nas proximidades no momento do ocorrido e, imediatamente, enviou ao local do naufrágio um Navio-Patrulha e uma Aeronave da Marinha do Brasil para realizar buscas pelos outros 5 desaparecidos. O Salvamar Sueste, estrutura orgânica responsável por operações de Busca e Salvamento no mar, emitiu Aviso aos Navegantes para que outras embarcações que se encontrem na região do naufrágio possam apoiar as buscas”.

Ainda de acordo com o comunicado, uma aeronave da Força Aérea também participa das buscas.

O proprietário da embarcação já foi contatado para colaborar no apoio aos tripulantes resgatados e familiares. As causas e responsabilidades serão apuradas através de um inquérito instaurado pela Marinha.

Fotos do barco foram enviadas através do WhatsApp da TV Rio Sul e a Marinha confirmou que as imagens correspondem ao banco de dados de embarcações cadastradas.

Quer conhecer inúmeras novidades e promoções? Clique no nosso banner de publicidade abaixo




Às 19h38, a assessoria da Marinha enviou uma nota informando que o navio-patrulha continuará com as buscas na região do naufrágio durante a noite. Já as aeronaves retomarão os trabalhos no período diurno.

Foto de arquivo de embarcação pesqueira que naufragou nesta quinta-feira (9), em Angra dos Reis (Foto: Arquivo pessoal)

Foto de arquivo de embarcação pesqueira que naufragou nesta quinta-feira (9), em Angra dos Reis (Foto: Arquivo pessoal)

Vítimas de outro acidente, em 2015, seguem desaparecidas

No naufrágio mais recente registrado na Costa Verde, em 2015, uma embarcação afundou com 13 pessoas a bordo em um local conhecido como Ponta dos Meros, próximo à Ilha Grande. O grupo era formado por turistas de Arantina (MG), que tinham alugado o barco para pescar. Duas pessoas ainda seguem desaparecidas, entre elas o vice-prefeito da cidade mineira, José Geraldo da Silva. Participaram das buscas homens do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil.

Oito pessoas sobreviveram, entre elas o advogado Erlei Eros Misael, que na ocasião do naufrágio disse que conseguiu nadar até uma ilha próxima ao local do naufrágio em busca de socorro.

Por G1 Sul do Rio Costa Verde