Eduardo Japonês vence Rosani Donadon em eleição suplementar, e é o novo prefeito de Vilhena,RO

O candidato Eduardo “Japonês” (PV) venceu a eleição suplementar realizada neste domingo, 3 de junho, em Vilhena. Tendo como vice a ex-vereadora Maria José da Farmácia (PSDB), “Japonês” derrotou a candidata Rosani Donadon (MDB), que ocupou o cargo de prefeita de janeiro de 2017 a abril de 2018.

De acordo com informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), “Japonês” obteve 21.520    votos e Rosani 15.834. A diferença de votos entre os candidatos foi de 5.587. Ao todo, foram computados 43.974 votos válidos. O prefeito eleito do PV vai governar Vilhena por 2 anos e 6 meses, do dia 1 de julho de 2018 a 31 de dezembro de 2020.

NOVA DISPUTA

Esta é a segunda vez que “Japonês” e Rosani se enfrentam nas urnas. A primeira foi em 2 de outubro de 2016, quando Rosani venceu o empresário do PV. Ela somou 21.356 votos, contra 16.822 sufrágios do “Japonês”.




CASSAÇÃO

A eleição suplementar aconteceu devido à cassação de Rosani Donadon e seu vice Darci Cerutti (DEM) pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Concorrendo novamente ao pleito, Rosani teve o registro impugnado pela Justiça Eleitoral de Vilhena e reafirmado pelo Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia (TRE/RO).

Texto: Extra de Rondônia

Rosani Donadon(MDB), ficou segundo lugar com 15.834 votos