Donos de cadeiras cativas e idosos não terão gratuidade no Maracanã, durante Olimpíadas

Estádio do Maracanã visto de cima. O local já abrigou duas finais de Copa de Mundo desde que foi inaugurado, em 1950. (Foto: Pedro Kirilos/ Riotur)

Donos de cadeiras cativas do Maracanã não poderão usá-las durante as Olimpíadas (Foto: Pedro Kirilos/ Riotur)

Uma lei proposta pelo Poder Executivo, aprovada por deputados da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) e publicada pelo governador em exercício Francisco Dornelles nesta terça-feira (19) impede que donos de camarotes e cadeiras cativas do Maracanã tenham acesso a seus bens durante a Olimpíada e Paralimpíada.

A decisão consta no Diário Oficial e vai de 4 a 22 de agosto e de 6 a 19 de setembro. O texto também determina sobre o benefício de idosos. “Ficam suspensos as gratuidades de acesso e eventuais direitos sobre o uso de cadeiras e camarotes no Estádio Mario Filho”, diz o texto.

Decisão semelhante foi tomada pelo Governo durante a Copa do Mundo, provocando a ira dos donos de cadeiras cativas. Eles chegaram a entrar na Justiça por seus direitos e exigir a gratuidade para assistir às partidas sediadas no Rio.

Ao G1, o advogado Ricardo Amitay Kutwak antecipou que vai entrar com uma ação contra a decisão. Ele tem centenas de clientes que são donos de cadeiras cativas e diz que a ação deve ser protocolada em breve.

Do Portal G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *