Detida em Bangu mulher que levou bebê de 2 anos para coronel da PM,no Rio

5307263

Foto:Reprodução Hora 1/TV Globo

Já está no presídio de Bangu, no Rio de Janeiro, a mulher acusada de entregar uma menina de dois anos ao coronel reformado da PM, Pedro Chavarry. Ele foi preso por suspeita de estupro de vulnerável. Nesta quarta-feira (14), a Polícia ouviu a funcionária da lanchonete que denunciou o crime.

A funcionária da lanchonete é uma peça-chave da investigação. Foi ela quem chamou a Polícia ao perceber que havia uma criança no carro do coronel reformado da PM. “Quando eu fui entregar o pedido, ele, meio assustado, abriu a porta do carro. Foi aonde eu vi a menina já nua, só de calcinha, com a calcinha mexida para o lado”, disse a atendente, que também contou que já tinha visto o coronel outras quatro vezes com crianças naquele local e que ele tentou fugir quando viu os policiais.

O coronel Pedro Chavarry foi preso em flagrante no último sábado (10). O advogado que defende o militar, David Elmor, diz que ele é inocente: “Está sendo feito um julgamento muito pesado em face do coronel Chavarry. É preciso respeitar o contraditório, a ampla defesa”.




Na manhã desta quarta-feira (14), Thuane Pimenta dos Santos, que entregou a menina de dois anos ao coronel, foi transferida para o Complexo Penitenciário de Bangu, na Zona Oeste do RJ. Ela saiu da delegacia chorando e não falou com a imprensa.

A delegada Cristiana Bento sugeriu que a atendente que denunciou o coronel entre no programa de proteção a testemunhas.

Ricardo Abreu

Rio de Janeiro, RJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *