Casal vai à Justiça para discutir pensão, faz as paz e acaba reatando

Quando um casal decide se separar depois de seis anos de convivência, é normal que eles tentem se reconciliar. É estranho, porém, que isso aconteça em um fórum. Ainda mais na presença de uma juíza.

Por mais estranho que pareça, isso foi exatamente o que aconteceu na cidade de Careiro (AM), a 88 quilômetros da capital, Manaus. Um ex-casal formado por uma dona de casa e um vigilante estava no local para uma audiência, onde seria discutida a pensão alimentícia para o filho dos dois. Porém, durante a sessão, eles fizeram as pazes e reataram a relação.




O casal havia se separado quando a dona de casa — que à época estava grávida — decidiu ir morar em Careiro (AM). O vigilante, por sua vez, preferiu continuar na capital do estado. O bebê, então, nasceu e a mulher decidiu procurar a Justiça para receber a pensão alimentícia.

A juíza Sabrina Cumba Ferreira, que presidia a audiência disse ter ficado surpresa com a reviravolta no caso. “Foi algo realmente bem diferente. No momento em que os dois sentaram para darmos início à audiência, eu perguntei se havia possibilidade de acordo e era perceptível que ele já estava bem intencionado. Acredito que, devido à distância, eles não se falavam. Faltava somente uma oportunidade de os dois conversarem e isso aconteceu na sala de audiências”, celebrou a magistrada.

Fonte: correiobraziliense