Bando explode caixas no Cabo, atira em núcleo da PM e espalha grampos, no PE

Explosão em Caixa eletrôinico da CEF em Gaibu (Foto: José Francisco/ Reprpdução WhatsApp)

Explosão dos caixas eletrôinicos da CEF aconteceu em Gaibu, no Cabo

(Foto: José Francisco/ WhatsApp)

Uma nova investida criminosa contra caixas eletrônicos ocorreu na madrugada desta quinta-feira no Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife. Bandidos fortemente armados explodiram dois terminais de autoatendimento da Caixa Econômica Federal (CEF) na Praia de Gaibu. Também atiraram em um prédio do Núcleo de Segurança Comunitária da Polícia Militar e jogaram grampos de metal nas ruas e estradas da área para dificultar a perseguição policial.

A ação em Gaibu aconteceu por volta das 4h. Segundo moradores, que preferiram não ser identificados, oito homens fortemente armados chegaram ao local em dois carros de passeio. Um grupo atirou no núcleo da PM e o outro foi até os terminais.

Os moradores da área acordaram com os tiros, de grosso calibre. Depois, eles ouviram a forte explosão. Resultado: a estrutura dos dois caixas ficou completamente destruída. Os vizinhos acreditam que os bandidos estavam monitorando os terminais havia algum tempo. “Abasteceram os caixas na véspera. Tinha muito dinheiro e eles levaram tudo”, informou uma testemunha.

Explosão em Caixa eletrôinico da CEF em Gaibu (Foto: José Francisco/ Reprpdução WhatsApp)
PM esteve no local (Foto: José Francisco/WhatsApp)

Esses caixas já tinham sido alvo de ladrões. Em abril deste ano, um grupo tentou explodir os terminais, mas não conseguiu. A PM chegou a enviar uma equipe para localizar os explosivos. Dias depois, a estrutura foi reformada. “Estava tudo novo. E agora, não sobrou quase nada”, acrescentou a testemunha.

Para fugir, os bandidos usaram tática semelhante a de outras quadrilhas. Espalharam muitos grampos de metal nas rodovias estaduais PE-60 e PE-28, que cortam o município do Cabo, além de pontos na entrada da Estrada de Enseada dos Corais, em Pedra do Xaréu e perto do Mirante, em Itapuama. “Eles fugiram em direção à Praia de Suape”, observou outra testemunha.

Essa nova ação aumenta ainda mais as estatísticas e arrombamentos e assaltos a bancos em Pernambuco. Dados da Secretaria de Defesa Social (SDS) revelam que, de janeiro a maio de 2016, tinham sido registradas 70 ocorrências, entre as consumadas e as tentativas.

Nos três primeiros meses deste ano, os números já eram bem altos. A SDS informava um aumento de 30% em relação ao mesmo período de 2015.

Grampos colocados nas vias dpeois da explosão em Gaibu (Foto: José Francisco/ Reprpdução WhatsApp)
Grampos colocados nas vias após explosão (Foto: José Francisco/WhatsApp)

O caso de Gaibu ocorreu poucos dias depois de investidas em cidades da Mata Norte e Agrreste. Em menos de uma semana, houve registros em João Alfredo, Buenos Aires, Orobó e Feira Nova.

Casos recentes
A ação do Cabo foi mais um capítulo da triste e perigosa rotina de ações criminosas em agência bancárias de Pernambuco. Na madrugada  de terça-feira (12), bandidos explodiram caixas eletrônicos do Banco do Brasil, no Centro de Orobó, no Agreste. Em seguida, atiraram no prédio do destacamento da Polícia Militar localizado na cidade.

A investida aconteceu pouco mais de 24 horas depois de um confronto ocorrido em Buenos Aires, na Zona da Mata Norte, cidade próxima, no qual quatro suspeitos foram mortos após invadir um banco. Dois acusados de envolvimento no caso acabaram detidos. De acordo com a Secretaria de Defesa Social (SDS), entre janeiro e maio deste ano, 44 ações consumadas foram registradas em bancos. Também houve 26 tentativas de roubos, furtos e explosões, no mesmo período.

A ação em Orobó ocorreu por volta das 2h e foi confirmada pela Polícia Militar. Equipes estão seguindo para a cidade para coletar dados. Informações da PM revelam que eram dez homens fortemente armados. Eles estavam em uma caminhonete e em um carro.

Uma parte do grupo foi até o Banco do Brasil para explodir os caixas e recolher o dinheiro. O outro se posicionou na frente do destacamento da PM e ecomeçou a atirar. Não houve feridos, de acordo com a corporação.

Para escapar, eles usaram a mesma tática e se dividiram. Uma parte seguiu para Umbuzeiro, na Paraíba, e a outra para Casinhas, no Agreste de Pernambuco. A PM realiza rondas na região para tentar encontrar os suspeitos.

Conflito e mortes
A ação criminosa em Buenos Aires aconteceu por volta das 2h de segunda-feira (11). Os bandidos chegaram ao município em um táxi e estavam sendo monitorados desde a semana passada, segundo a Polícia Militar.  O grupo entrou na agência pela trás e subiu a caixa do ar-condicionado.

Depois, os assaltantes usaram um maçarico para a abrir o cofre da agência e tiraram o dinheiro que estava guardado. Ao perceber as viaturas se aproximando, os bandidos voltaram para o carro, que foi seguido pelos policiais até a rodovia PE-59, onde teve início uma troca de tiros.

Policiais encontraram dinheiro e ferramentas para abrir os caixas (Foto: Renato Ramos/TV Globo)
Policiais encontraram dinheiro e ferramentas para abrir os caixas (Foto: Renato Ramos/TV Globo)

Na mala do veículo utilizado pelo grupo, havia dinheiro e ferramentas para abrir os terminais. Um dos suspeitos ficou ferido e foi levado para o Hospital da Restauração. Segundo a assessoria da unidade de saúde, ele morreu no bloco cirúrgico.

Os outros dois suspeitos foram presos. Um deles conseguiu fugir, mas foi encontrado horas depois do tiroteio. “Ele estava na margem da rodovia, pedindo carona. Uma viatura passou, e os policiais identificaram ele”, confirma o delegado de Roubos e Furtos, Paulo Berenguer.

A ação policial foi coordenada pelo 2º e 22º Batalhões por meio da Operação Caixa Seguro, que consiste em reforçar a segurança nas cidades da Zona da Mata e do Agreste do estado. Os suspeitos presos estão na Delegacia de Buenos Aires e aguardam o delegado do município fazer os encaminhamentos.

Casos recentes
A onda de arrombamentos a terminais eletrônicos no estado vem apavorando moradores do interior. Cada vez mais, as quadrilhas agem com muita ousadia e violência, como nos últimos dois casos, em Feira Nova, no Agreste, e Sirinhaém, no Litoral Sul. Este ano, no entanto,  a polícia ainda não havia registrado um confronto desse porte e com tantas mortes.

A ação criminosa em Feira Nova, na madrugada de sábado (9),  foi marcada pela violência. Bandidos  explodiram dois caixas eletrônicos, mas ainda não foi confirmado se conseguiram levar algum dinheiro. De acordo com a Polícia Militar, os ladrões estavam armados com fuzis e metralhadoras.

A ação aconteceu pouco antes das 4h. Segundo a polícia, aproximadamente dez homens estavam num ponto estratégico no Centro da cidade e metralharam o carro da Polícia Militar, quando a equipe estava saindo para outra ocorrência. Os tiros atingiram a lataria e pneus do veículo, mas nenhum policial ficou ferido.

A explosão deixou moradores assustados. Os bandidos conseguiram fugir e ainda não há informações sobre o paradeiro. Segundo testemunhas, a agência ficou destruída depois da explosão.

Procurado pelo G1, o Banco do Brasil confirmou a ocorrência, mas informou que não poderia passar detalhes. Policiais do Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Depatri) foram encaminhados ao local.

Reincidência
Os arrombamentos a bancos no estado tem se tornado frequentes. Dados da Secretaria de Defesa Social (SDS) revelam que o número de assaltos cresceu 31% nos três primeiros meses de 2016, em relação ao mesmo período de 2015.

Na madrugada de quinta-feira (7), de 20 bandidos invadiram duas agências bancáriase explodiram os caixas eletrônicos, no Centro de Sirinhaém, no Litoral Sul de Pernambuco. Antes da ação, ameaçaram pacientes de um hospital,  que estavam se preparando para viajar para realização de  consultas no Recife. Depois, jogaram grampos nas ruas e estradas e efetuaram vários disparos. Eles chegaram até a atirar em prédios da polícia, como a delegacia, e em residências.

Bandidos também arrombaram um caixa eletrônico da Caixa Econômica Federal instalado no Ginásio Jota Raposo, em Igarassu, no Grande Recife. O crime aconteceu na madrugada no último sábado (2). Segundo informações de testemunhas, um guarda municipal ficou amarrado durante a ação dos bandidos. Em 27 de junho, bandidos arrombaram um caixa eletrônico na agência do Banco do Brasil, no Centro da cidade de Ribeirão, na Zona da Mata Sul de Pernambuco. O crime ocorreu por volta das 3h.

Um grupo de cerca de 20 homens arrombou duas agências bancárias em Camocim de São Félix, Agreste de Pernambuco, na quarta (1º). No dia 17 de maio, terminais de autoatendimento em agências bancárias do Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife, em Jatobá, no Sertão pernambucano, foram também arrombados por bandidos. Em abril deste ano, ladrões explodiram caixas eletrônicos da Caixa Econômica Federal em Gaibu e em um supermercado de Pontezinha, na mesma cidade.

No início de abril, moradores de Macaparana e São Vicente Férrer viveram madrugada de terror. No dia 6, bandidos fortemente armados explodiram uma agência bancária em Macaparana e efetuaram muitos disparos de arma de grosso calibre em São Vicente Férrer.

Do Portal G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *