Bancários de Rondônia aderem a greve nacional por reajustes

Bancários de Rondônia aderiram a greve nacional nesta terça-feira (6) (Foto: Hosana Morais/G1)

Bancários de Rondônia aderiram a greve nacional nesta terça-feira (6) (Foto: Hosana Morais/G1)

Os bancários de Rondônia aderiram a greve nacional da categoria e paralisaram as atividades nesta terça-feira (6). De acordo com o presidente do Sindicato dos Bancários e Trabalhadores do Ramo Financeiro de Rondônia (Seeb-RO), José Pinheiro, nenhuma agência do estado está realizando procedimentos bancários, somente os caixas eletrônicos estão funcionando para a retirada de dinheiro e depósito.

O presidente do Seeb diz que as principais reinvidicações são por 14,78% de ajuste salarial, novas contratações e menos demissões. “Já tentamos negociar com banqueiros em agosto. Como não obtivemos acordo em nenhuma das cinco rodadas, decidimos aderir a greve nacional por tempo indeterminado”, explicou Pinheiro.

Filas em caixas eletrônicos já podem ser vista no primeiro dia de greve dos bancos em Porto Velho  (Foto: Hosana Morais/G1)
Filas em caixas eletrônicos já podem ser vistas no primeiro dia de greve dos bancos em Porto Velho (Foto: Hosana Morais/G1)

O presidente disse que ainda não sabe qual o percentual de adesão dos bancários em Rondônia. Os números da greve só serão consolidados depois das 15h (horário local), já que a entidade depende das informações das agências dos municípios do interior do estado.

Para o aposentado Nicodemos Sollys, a greve poderá atrasar o saque da aposentadoria. “Eu só retiro dinheiro no banco, pois já sou idoso e não sei usar o caixa eletrônico e com a greve terei que esperar os bancos voltarem a funcionar para retirar meu dinheiro”, disse Sollys.

Filas em caixas eletrônicos já podem ser vistas no primeiro dia de greve nesta terça-feira (6). Os bancos de todo o estado aderiram ao movimento grevista.

Hosana Morais

Do G1 RO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *