Avião da Air France deixa de decolar por causa de roedor

Boeing 777 da Air France parado no aeroporto de Mombasa, no Quênia. Suposta bomba estaria no banheiro da aeronave (Foto: Edwin Kana/AP Photo)

Boeing 777 da Air France. (Foto: Edwin Kana/AP/Arquivo)

Um avião da Air France que deveria fazer o trajeto entre Bamako e Paris na noite de sexta-feira (26) não pôde decolar pela presença de um roedor, provavelmente um rato, informou a companhia neste domingo (28).

Caçar o animal levou horas, o que fez com que a tripulação do voo excedesse o número máximo de horas em serviço e a aeronave tivesse que permanecer em terra, explicou à AFP Christophe Paumier, porta-voz da companhia aérea.

A Air France não dispunha em Bamako de meios suficientes para que o avião decolasse no dia seguinte ao incidente, fazendo com que o voo atrasasse 48 horas, até a noite de domingo.

Os passageiros do voo AF373 foram hospedados em vários hotéis da capital do Mali, declarou o porta-voz da companhia, acrescentando que já havia sido ativado um procedimento para indenizar os viajantes.

A presença de roedores em aviões constitui um problema de segurança, já que os animais podem morder os cabos e danificar os sistemas eletrônicos da aeronave.

“A Air France lamenta os transtornos causado por este importante atraso e recorda que a segurança de seus clientes e de seu pessoal são sua prioridade”, segundo um comunicado do grupo.

Da France Presse

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *