Avião cai no Pantanal e piloto morre,no MS

Um avião bimotor caiu na segunda-feira (19) no Pantanal de Mato Grosso do Sul. O Esquadrão Pelicano, equipe da Força Aérea responsável por buscas em locais de difícil acesso, localizou destroços da aeronave por volta da 1h (de MS) desta terça-feira. Ainda não há informações sobre vítimas, nem quantas pessoas havia no avião e também nem sobre as circunstâncias do acidente.

O avião caiu na área rural de Miranda, a 195 quilômetros de Campo Grande. De acordo com informações da assessoria de imprensa da Força Aérea Brasileira, como não havia condições de descer nas proximidades dos destroços do avião ainda na madrugada, uma equipe retornou ao local no início da manhã.

Conforme a Força Aérea, o local onde estavam os destroços fica em região de difícil acesso, com alagados e a fazenda mais próxima está a cerca de 2,5 quilômetros. O avião é particular.

O corpo do piloto foi encontrado na manhã desta terça-feira (20). Segundo a Força Aérea Brasileira (FAB), ele era o único ocupante da aeronave.

Conforme a FAB, o corpo foi encaminhado à Polícia Civil de Miranda, município distante 195 quilômetros de Campo Grande, onde fica a fazenda onde aconteceu o acidente. Moradores da região disseram ter visto o avião voando baixo. Um funcionário da fazenda Novo Horizonte disse que o avião explodiu antes de chegar ao solo.

O contato com o avião foi perdido na segunda-feira. A aeronave caiu em uma área de brejo a cerca de 30 km de distância da entrada da fazenda. Na madrugada desta terça-feira, um helicóptero localizou os destroços e como não havia condições de descer nas proximidades, uma equipe retornou ao local no início da manhã.




O local é de difícil acesso e fica em uma região alagada, a cerca de 52 quilômetros da área urbana.

Local onde avião caiu fica em brejo de difícil acesso (Foto: Anderson Viegas/G1 MS)
Local onde avião caiu fica em brejo de difícil acesso (Foto: Anderson Viegas/G1 MS)

Do G1 MS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *