Aluna de arquitetura morre em aula de yoga em universidade de Mogi Mirim, SP

Uma aluna de 19 anos morreu durante uma aula de yoga dentro de uma universidade em Mogi das Cruzes na manhã desta terça-feira (29). O caso foi registrado no 1º Distrito Policial como morte suspeita/morte súbita sem causa determinante aparente. Por meio das redes sociais, a universidade informou que as aulas estão suspensas nesta terça, nos campus de Mogi e de São Paulo, e que se “solidariza com os professores, alunos e familiares da estudante neste momento de pesar.”

Quer conhecer inúmeras novidades e promoções? Clique no nosso banner de publicidade abaixo




De acordo com uma testemunha que prestou depoimento, a estudante de arquitetura Letícia Bueno Quinto de Souza teve um mal súbito durante a aula de yoga. Uma enfermeira da própria Universidade de Mogi das Cruzes (UMC) tentou reanimá-la. Segundo as informações prestadas à polícia, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (UMC) esteve no local e o médico continou reanimando a aluna, mas sem sucesso. A morte foi constatada ainda no local. O médico ainda constatou que não havia sinais de violência, segundo a polícia.

O corpo foi levado ao Instituto Médico Legal (IML), onde vai passar por autópsia. Segundo o delegado Argentino Coqueiro, o objetivo é tentar saber se a morte foi por causa natural ou não e se a jovem pode ter ingerido algo que levou ao mal-súbido. A jovem estudava em Mogi das Cruzes, mas morava em São Paulo com os pais.

Apesar de no boletim de ocorrência ter sido registrado que a aluna sofreu mal súbito enquanto “participava de uma aula de yoga”, a universidade informou que Leticia passou mal antes de começar a atividade.

Quer conhecer inúmeras novidades e promoções? Clique no nosso banner de publicidade abaixo




Confira a nota oficial da universidade:

A UMC está de luto hoje e compartilha a dor dos familiares, professores, funcionários e amigos da aluna do terceiro semestre do curso de Arquitetura e Urbanismo, Letícia Bueno Quinto de Souza, de 19 anos, que faleceu hoje. Ela iria participar de uma prática de relaxamento voltada à Yoga e artes visuais na Oficina Corpo, Forma e Movimento, que integra a programação da Jornada Acadêmica dos Cursos de Arquitetura e Urbanismo e Design de Interiores.

Enquanto a professora explicava sobre respiração e sobre como seria a aula, percebeu que Letícia estava passando mal e imediatamente buscou ajuda. Acionou a equipe de enfermagem da universidade, assim como um professor do curso de Medicina, que chegaram rapidamente ao local. O SAMU foi chamado e durante 40 minutos tentou reanimar a Letícia, sem sucesso. Ela faleceu às 9h50. A UMC cumpriu todos os protocolos de primeiros socorros para atender a aluna.

Letícia morava em São Paulo e seu pai, professor Aroldo Quinto de Souza, leciona no curso de Engenharia do Campus Villa-Lobos/Lapa-SP, da UMC.

Quer conhecer inúmeras novidades e promoções? Clique no nosso banner de publicidade abaixo




A universidade decretou luto oficial de dois dias, sendo assim, as aulas estão suspensas nos dias 29 e 30 de agosto nos Campi Mogi das Cruzes e Villa-Lobos/Lapa-SP.

Em nome da UMC, a reitora Regina Coeli Bezerra de Melo, se solidariza com a família, amigos e professores. “Estamos muito tristes. Que Deus dê muita força e paz para todos neste momento”.

Quer conhecer inúmeras novidades e promoções? Clique no nosso banner de publicidade abaixo




Até o momento, não há informações sobre horário e local do velório e enterro.

Uma missa será realizada no dia 4 de setembro, às 18 horas, na Capela da UMC, para homenagear Letícia.

Do Portal G1